Foi visto ou não ?

05/07/2007

Reza a lenda que, em certa Comarca do Rio Grande do Sul, um magistrado deparou-se com uma petição inicial um tanto quando “incomum”, e, não sabendo o que fazer – pra não falar que inúmeros outros processos lhe demandavam sua atenção -, determinou: “Dê-se vista ao MP“.

Remetidos os autos ao representante do parquet, este, a seu turno, devolveu com um singelo “Visto” (aqui são muitas possibilidades, mas eu pensei em três: a) também não sabia; b) sabia e queria ver o Magistrado “se virar”; ou c) ele acreditava que não tinha de se meter no feito).

Autos conclusos, o Juiz, estupefato com a manifestação do Agente Ministerial, despachou: “Não foi visto. Remetam-se os autos novamente ao Ministério Público“.

Nova vista – enquanto as partes esperam, sentadas -, o MP devolveu novamente o feito, com a seguinte manifestação: “Foi visto, sim.

Pode ?

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: