Os noticiários (nada) instantâneos do interior

14/12/2010

Me espanta como, na era da internet, das redes sociais, dos blogs, microblogs, e do noticiário instantâneo, ainda é difícil receber uma notícia local “quente” através de um meio de comunicação que não seja o rádio – não falo dele porque não tenho o hábito de ouvir.

Salvo algo que chame a atenção da grande mídia, normalmente quando recebemos o jornalzinho da sexta a notícia já está “velha”, entregue muito antes pelo boca-a-boca. Às vezes tenho a impressão que o “meio de comunicação” ficou sabendo da notícia desta forma, e apenas a colocou “no papel”.

Será que é tão difícil para os jornalistas interioranos de plantão manterem um blog, uma conta no twitter, e atualizarem com frequência, antes que a notícia faça aniversário ? Se estão com medo de “perder” audiência, basta não publicar com todos os detalhes, e remeter para a edição impressa do dia X, ou o programa Y.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: